Conheça a Irlanda > Dicas da Irlanda
Dicas da Irlanda
Dicas da Irlanda
Chegada na Irlanda:
• Os aeroportos de Dublin e Shannon são os principais portas de entrada para os intercambistas que vem por via aérea. Quem vem por mar chega pelos portos de Dublin ou Dun Laoghaire, ao sul de Dublin; Rosslare, County Wexford, tem conexões de barco com Reino Unido e França. Todos os portos e aeroportos têm guichês de câmbio, empresas de aluguel de carros e táxis (as tarifas são cinco as de ônibus). Em geral, o trajeto até o centro leva de 30 a 60 minutos, dependendo do trânsito.

• Escritório de Informações Turísticas: O escritório de turismo de Dublin oferece excelente serviço dando assistência, reservas e informações sobre o que está acontecendo na cidade. O endereço é: Dublin Tourism – Sulfolk Street – tel 1850230330 ou 016057700 (na Irlanda) – e-mail: information@dublintourism.ie; www.visitdublin.com.

Telefone Celular:
Levar celular GSM e comprar chip lá. Caso o seu seja bloqueado há muitas lojas de chineses que cobram mais ou menos 20 euros para desbloqueá-lo. É bem mais econômico comprar um celular na Irlanda, mas antes de comprar procure uma operadora que tenha preços promocionais para ligar para o Brasil. Normalmente os brasileiros compram celulares da empresa VODAFONE, essa empresa oferece boas promoções para falar entre celulares da mesma operadora, como aqui no Brasil. O aparelho não é caro e as chamadas para dentro da Irlanda custam aproximadamente 0,12 euros/minuto. Você pode ligar do seu celular para um telefone fixo no Brasil por cerca de 0,09 euros/minuto. Também é possível comprar cartões de ligação internacional por 10 euros e falar por cerca de 250 minutos. Não esqueça que se você tiver computador e internet, pode utilizar recursos gratuitos como MSN, Skype, etc. Caso você possua um bom celular no Brasil e queira leva-lo consigo na viagem, isso é possível. Desde que o mesmo seja desbloqueado. Assim chegando em Dublin, bastará comprar um chip da operadora local.

Transporte:
• Em Dublin existem três principais meios de transporte público: ônibus, Luas e DART. Ônibus - Os ônibus são o transporte mais comum e cobram de 1,40 a 2,40 Euros por viagem, dependendo da distância. Você pode solicitar uma carteirinha de estudante e comprar por 18 Euros os bilhetes semanais, com os quais é possível fazer quantas viagens precisar. Para conseguir a carteirinha, basta ir ao escritório da Dublin Bus na O'Connel Street ou ao Student Union da Trinity College Dublin, na College Green - Dublin 2. Os ônibus não têm cobrador e a tarifa só pode ser paga com moedas no valor exato ou com bilhetes que são vendidos em várias lojas pela cidade. Se o passageiro der dinheiro a mais, recebe um ticket com o valor do troco e precisa ir até o escritório da Dublin Bus para pegar a diferença. Com relação aos ÔNIBUS, os bilhetes podem ser comprados nos ônibus, mas é mais barato adquiri-los previamente, no balcão de informações da CIE no Aeroporto de Dublin, na Dublin Bus (59 Upper O´Connell Street) ou num dos postos na cidade.

• Com relação aos TÁXIS, os principais pontos da cidade de Dublin estão na St Stephen´s Geen, College Green, O´Connell Street, e Westhand Row, a leste do Trinity College.

• LUAS - Luas e DART são dois tipos de trem urbano de superfície. O Luas é muito rápido, mas as linhas cobrem poucas regiões da cidade. O bilhete diário custa de 1,800 a 2,80 Euros. O ticket mensal para estudante varia de 33,30 a 50 Euros, de acordo com o percurso. Nesse transporte o usuário não passa por catraca - basta entrar no trem quando ele pára na estação. Mas há fiscais rodando pelos vagões e, se você for pego sem o ticket, terá que pagar uma alta multa. Não compensa tentar enganá-los.

• DART - O DART é um trem e é mais usado para ir a algumas regiões distantes (inclusive muitas praias), nas quais se demora demais para chegar de ônibus. O cartão para viagem de ida e volta custa em média 3,20 euros. O DART, um serviço de trem eficiente e de preço razoável, liga o norte e o sul de Dublin ao centro da cidade. A Dublin Bus (tel. 01873 4222) atende a Greater Dublin até os condados de Meath, Kildare e Wicklow).

• Bicicleta – A cidade de Dublin é bem plana e com algumas boas ciclovias, assim bicicleta é uma ótima opção de deslocamento para a escola ou trabalho. Tudo bem, a chuva vai te pegar ás vezes, mas em compensação vai chegar mais rápido e economizar bastante (bicicleta usada, em boas condições, custa entre 80 e 100 euros).

Comida:
• A comida não é problema para os brasileiros na Irlanda. Na Irlanda é possível encontrar praticamente todos os tipos de alimento a que estamos acostumados no Brasil, como arroz, feijão, mandioca, farinha, banana, etc. Você encontra até picanha por um preço razoável. A melhor dica que podemos dar sobre alimentação é: procure comer sempre em casa. Você vai economizar um bom dinheiro, pois os restaurantes são caros. É possível viver com um gasto de cerca de 30 euros no mercado por semana. Claro que isso varia muito de acordo com o gosto e os costumes de cada um. Tente utilizar os produtos que levam a marca dos supermercados (são normalmente mais baratos e de boa qualidade). Uma curiosidade, os irlandeses costumam comer no café-da-manhã um feijão que vem enlatado com molho de tomate e tem gosto levemente adocicado. Mas quem não abre mão da especialidade brasileira, pode ficar tranqüilo: não é difícil achar lojas que vendam feijão preto ou do tipo carioquinha. A comida não é lá essas coisas, frutas, verduras e legumes frescos não são tão baratos e fresquinhos como aqui no Brasil, pois a grande maioria é importado de outros países. Normalmente os congelados são mais baratos que os frescos. As comidas das marcas dos supermercados são boas e mais baratas que as outras marcas. Para fazer as refeições em bares ou restaurantes, não espere gastar menos do que 10 euros. O povo local come muito fast food e você vai encontrar uma lanchonete ao lado da outra no centro da cidade, valores em torno de 8 euros por hambúrguer, batata frita e refrigerante.

A comida "tradicional" do país é o 'fish and chips' peixe frito com batata frita. Os restaurantes chineses costumam vender comida barata e boa em buffes livres, assim como é no Brasil. Mas sem sombra de dúvidas cozinhar em casa é a maneira mais econômica e saudável de se alimentar em Dublin.

Viagem de avião pela Irlanda:
A Air Lingus, a empresa de aviação nacional (tel. Reino Unido 0845084444; Irlanda 0818365000); www.aerlingus.ie), voa de Dublin a Shannon. A Era Arann (tel. 01 814 1058) voa de Dublin a Donegal, Sligo, Knoc, Galway, Kerry e Cork.

Ferry Boat - Balsas pela Irlanda:
Duas viagens curtas de balsa que poupam tempo nas viagens rodoviárias são:
- Atravessar o Shannon (20 minutos de travessia, a cada hora, todo os dias, exceto 25 de dezembro) entre Killime, County Clare, e Tarbet, County Kerry.
- Atravessar o Waterford Harbour (travessia de 10 minutos, operação contínua) entre Ballyhack, County Wexford, e Passage East, County Waterford.

Entretenimento noturno:
O pessoal do transporte público se preocupa com os "baladeiros". Após a meia-noite, quando a maioria das linhas de ônibus regulares parar de funcionar, entra em ação o "Night Link" (ônibus que circulam de madrugada, em horários pré-determinados, e que custam 5,00 euros). Mas quando se está em uma turma grande de vizinhos, pode compensar mais pegar um táxi. O problema é conseguir um, já que muita gente acaba tendo a mesma idéia no fim das festas.

Cigarros:
É proibido fumar no interior das baladas e, por isso, muitos estabelecimentos têm uma área ao ar livre dedicada aos fumantes.Ruim para quem fuma, porque às vezes passa um friozinho no local descoberto, mas ótimo para todos, porque o ambiente fica mais limpo e ninguém volta para casa com cheiro de fumaça.

Abastecimento de Água:
Não existe conta de água para residências. Você vai tomar banho e não vai pagar pela água. Mas não é por isso que deve desperdiçar esse bem precioso. Na Irlanda, somente as empresas pagam pelo fornecimento do recurso. Segundo notícias locais, a partir de 2014 será cobrada este tipo de serviço.

Abastecimento de Luz
Os banheiros não têm interruptores e quase nenhum tem tomada. Isso porque a voltagem é 220 w e esses cômodos costumam ser mais úmidos do que o normal. A combinação da umidade com a voltagem alta é considerada perigosa e o resultado é que a pessoa precisa acender a luz pelo lado de fora do banheiro.

Remédios:
Na Irlanda, não se compra remédio sem receita médica. Em algumas farmácias há médico de plantão para casos de emergência, mas o preço da consulta fica em torno de 50,00 euros. As farmácias irlandesas vendem os produtos a preços razoáveis, mas é uma boa idéia trazer o básico do Brasil, como remédios para gripe ou dor de cabeça. Pelo menos você economiza tempo na hora da emergência. Para as mulheres que usam anti-concepcionais, é aconselhável trazê-los na bagagem. Se for comprar na Irlanda, você precisará de receita emitida por um médico local e isso significa mais despesa, já que cada consulta custa de 50 a 80 euros.

Menores de Idade:
A idade mínima para a pessoa vir sozinha estudar e trabalhar na Irlanda é de 17 anos. Se você tiver entre 17 e 21 anos de idade e ainda não for emancipado, deverá trazer uma autorização de viagem ao exterior assinada por seus pais e por um juiz de direito do Brasil. Não existe limite de idade para quem quer viver na Irlanda. Outro detalhe importante, menores de 18 anos não poderão entrar em estabelecimentos noturnos na Irlanda, muito menos beber nas ruas.

Códigos Postais:
Dublin é dividida pelo rio Liffey. Ao norte do rio, os códigos postais são ímpares (exemplo, Dublin 1, Dublin 3...) e ao sul, são os números pares. Há uma certa rivalidade entre os moradores das duas partes. Mas é certo que na região sul ficam os bairros mais chiques.

As nacionalidades dos imigrantes:
Dos imigrantes que estão em Dublin, destacam-se os poloneses. Eles são a maioria. É muito comum encontrar mercadinhos e lojinhas polonesas por toda a cidade. Orientais, africanos e pessoas de outros países do leste europeu também marcam presença na capital irlandesa. Além, claro, dos inconfundíveis brasileiros.

Confira
Estude e trabalhe em Limerick
08 Meses de programa
Estude e trabalhe  em Limerick<br/>08 Meses de programa
25 Semanas de Inglês em Limerick com 02 Semana de Acomodação
Job Club - Auxílio na montagem de CV
R$ 9.000,00 à vista
Entrada de R$ 2.900,00 + 5 parcelas de R$ 1.355,00
Fique por dentro
Assine nossa news e receba promoções e novidades sobre Intercâmbio para a Irlanda em seu e-mail.
Siga-nos no Facebook


Solicite seu orçamento

Solicite seu orçamento